Oscar de la Renta

20 de jul de 2011

Carolyn Bessette-Kennedy

Se estivesse viva, Carolyn Bessette-Kennedy estaria hoje com 45 anos.
E com certeza seria linda e chiquérrima!

No dia 16 de julho de 1999, Carolyn morreu junto com a irmã, Lauren, e o marido John-John Kennedy  num trágico acidente aéreo.

Carolyn ainda hoje está no topo da minha lista das dez mais.
Amo o estilo cool, low profile e racé da jovem Kennedy. Carolyn tinha o que poucas mulheres que conheço tem hoje: classe.



Bem nascida, numa família de classe média-alta, criada em Connecticut, Carolyn começou a trabalhar cedo. Primeiro, fez estágio em duas grandes lojas de departamento de Boston. Seu bom gosto foi logo notado e ela foi contratada para ser a relações públicas de Calvin Klein, na época a sensação da moda.






 
Foi então que conheceu o herdeiro de JFK e Jackie O, e sua vida virou de cabeça para baixo.
Primeiro, porque John-John deixava qualquer mulher de cabeça virada, se é que vocês me entendem. Depois,  porque o queridinho da América era o foco principal dos paparazzi de plantão, que atormentavam a vida do jovem casal.





Disposta a preservar sua privacidade a qualquer custo, a bela foi chamada de fria e antipátíca, ao contrário do carismático marido. Não era nada disso. Carolyn era séria, discretíssima e muito tímida. E John já estava acustomadíssimo aos holofotes.

O estilo clássico e elegante em uma moça tão jovem chamou a atenção das americanas e Carolyn virou fonte de inspiração para as mulheres do mundo todo.







Cada saída de seu loft em Tribeca era um flash! E daí, no dia seguinte, as americanas queriam tudo o que Bessette usava.
E não foi Victória Beckham a primeira a usar as icônicas bolsas Hermés, não! Carolyn tinha paixão pelas bolsas Kelly e Birkin, numa época que elas eram consideradas quase caretas.






Minimalista, adepta radical do ´´menos é mais´´, tanto na vida, como no guarda-roupa, Carolyn Bessette tinha estilo próprio e personalidade forte.
Conservava pouquíssimos amigos, todos de infância, vivia a vida com cerimônia e discrição. Apaixonada pelo marido, abriu mão da vida privada  para ser uma Kennedy. 
 Jackie K.  Onassis, se a tivesse conhecido,  teria tido muito orgulho da nora!

Musa absoluta do blog!




4 comentários:

Lucia Helena Coelho Vergara disse...

Muito elegante. O que mais admiro nela é que nunca vi nenhuma foto dela de mini saia. Mulher de classe . Formavam um lindo casal.

Anônimo disse...

Kika Gontijo, parabéns pelo seu blog. Gostei muito. E aproveitando, concordo com com Helena Vergara, as moças de hoje deveriam se inspirar nela.
Carmem

flavinha disse...

deu muita dó este casal ter morrido...com certeza absoluta eles iriam estar reinando entre os ´10 mais do blog´!!!

clara disse...

Você me conquistou como leitora com esse post!!!!!!! Que beleza, que elegância, qua bom gosto! Sou fascinada por ela!! Hoje em dia ela é pouquíssimo lembrada, então é maravilhoso ver um post desse!! Esse casal está no topo dos mais belos de todos os tempos!!!
Parabéns!!!