Villa Maria

6 de dez de 2016

Assim é ... se lhe parece!


Quando eu tinha 20 anos assisti a uma peça de Moliére: ´´Assim É, Se Lhe Parece´´.
Nunca mais me esqueci desta frase. Passados 30 anos, continuo achando que a vida é exatamente assim: cada pessoa a vê - e a vive - de acordo com seu ponto de vista. 
Ou seja, tirando a esfera da lei, o certo e errado, o bom e o mal, o belo e o feio não podem ser classificados como exatos. 
Diante deste ponto de vista, a personagem do nosso último filme, Michéle, ou pode ser boa ou má, heroína ou vilã, feia ou bela, forte ou fraca. Tudo depende do ponto de vista!



Elle, do genial diretor Paul Verhoven ainda não foi lançado no Brasil. Foi uma seção super especial para o nosso Clube do Filme, fechando com chave de ouro o ano!









Assistimos em primeiríssima mão, o filme super premiado em Cannes, elogiado pela crítica e pelo público do hemisfério norte.
Paul Verhoven é o diretor de Instinto Selvagem, filme que levou Sharon Stone ao estrelato com sua icônica cruzada de pernas. Considerado um grande diretor, Verhoven parece que ficou anestesiado depois de Instinto Selvagem e passou anos sem fazer nada relevante.
Voltou em grande estilo com Elle. Todo filmado na França, o filme conta a história de uma mulher poderosa, dona de uma empresa de sucesso que cria video games. Michéle vivida com perfeição por Isabelle Huppert, é senhora da sua vida e dos que a cercam. Domina a todos com mão de ferro, incluindo aí o filho, o ex-marido e os vários amantes. Até que um dia ela é atacada violentamente em casa e seu passado tenebroso vem à tona, juntamente com seus desejos mais sombrios (Paul a-do-ra misturar sexo, desejo e crimes!). 
No final, quando o Fin aparece na tela, uma mistura de ´´ufa´´ e ´´ai que pena´´.
Michéle para uns, é uma psicopata fria. Para outros (eu por exemplo), uma mulher corajosa, que reconstruiu a vida (e daí se ela é um pouco pervertida, gente! Quem nunca andou no lado escuro da rua?). Eu adorei Michéle! Ela  vai entrar fácil no meu Hall of Fame de personagens extraordinários.



Nosso Clube volta ano que vem, prometendo momentos inesquecíveis!
  Obrigada à Thaís e Marina  por acreditarem na ideia de um Clube do Filme (´´essa Kika e suas ideias...´´).
Obrigada a toda equipe do Cineart Ponteio que fazem nossas noites de quarta feira tão especiais.
E obrigada a todos os Membros deste Clube! Nada como compartilhar a vida com gente que pensa!























































Eu acredito

Todos os dias deste ano eu escuto alguém contar que perdeu o emprego, que teve que se mudar da casa que morou por anos,  que não consegue mais pagar a escola do filho, que teve que fechar o empresa onde investiu seus sonhos e seu trabalho. Ouço pais de famílias desesperados, sem emprego. Mães ansiosas com a irritação dos maridos que  já não conseguem mais manter o mesmo padrão de vida que gostariam que suas famílias tivessem e filhos no meio deste furacão, vendo os sonhos dos pais de uma vida, irem por água abaixo.
Vejo lojas que eram referências na cidade cerrarem as portas, vejo amigos sem perspectivas de emprego, vejo jovens da idade do meu filho sem conseguir nem estágio. Vejo a tensão na fila do banco, no transito, nas conversas sinceras, na porta das escolas.
E quando abro o jornal no meu café da manhã, vejo políticos e empresários que corromperam e foram corrompidos, pela ganância, pela soberba, pelo poder. Simplesmente para ter mais, e mais e mais. Mas mais o que? Mais uma lancha, mais uma jóia, mais uma casa, mais uma viagem, mais luxo, mais beleza, mais, mais, mais. E neste caminho desta ganância sem fim, eles deixaram para trás um rastro de sonhos desfeitos, famílias destruídas, empregos acabados, Estados falidos, hospitais lotados, violência à solta, desesperança, revolta e raiva. Muita raiva.
Tenho certeza que Deus, lá no alto, está assistindo a tudo. E vai, ahhhh se vai, cobrar de cada um deles a sua conta. Esperem, corruptos e corruptores, e verão. A mão d´Ele não terá misericórdia.


Valentino



5 de dez de 2016

Get the Look!


Luz


Mushroon Lamp.
Clássicos.
























Cortem-lhe a cabeça!


As ruas estão mandando de novo o recado... as pessoas estão iradas, revoltadas, com sangue nos olhos...
não é possível que o planalto central não está ouvindo.


Não sei não ... mas hoje me lembrei que foi assim que Luiz XV e Maria Antonieta perderam  a cabeça...
enquanto o povo berrava, exausto, que não aguentava mais, os nobre comiam brioches.
Em Brasilia eles comem brioches, compram barcos, constroem apartamentos em locais proibidos,
compram jóias, sapatos, carros ...





Tote bags




Coach ...




Marc Jacobs ...







Prada ...






Cuide-se


´´Faça-se bela!
O mundo trata melhor quem se apresenta bem´´








Na casa de Marcinha

Minha prima Marcinha Selmi Dei é uma privilegiada.
Ela mora em uma mini-fazenda dentro da cidade!!!
Acorda com os pássaros, com os cavalos (sim, queridos, tem gente que tem gato, ela tem cavalos no quintal!!!) com o verde das montanhas, com o silêncio do campo. 
Mas em 20 minutos está no Shopping!!!
Tem, na vida, coisa melhor???!!!!

Não é porque é minha prima, mas Marcinha é uma BCBG de primeira. Talentosa e dona de um bom gosto enorme, ela mesma é quem fez os lustres, abatjours e arandelas de sua casa. Sou louca pelas peças dela!!! O problema é que ela não vende, não dá, nem aluga!!!












Na última terça feira ela convidou para um almocinho,  todo preparado por ela com os produtos de sua horta! E as flores dos arranjos vieram do seu jardim.
Isso sim é que é luxo!!!!

























































Get the Look









Bom Programa/ Inhotim


Bom programa para um sábado de sol: passar o dia em Inhotim!

Convite suas amigas que gostam de arte e que tenham disposição! Inhotim é um museu a céu aberto e seus jardins são tão espetaculares quanto suas obras de arte! Portanto, para ver tudo, é preciso andar!
Eu convidei meu marido e meus filhos, mas eles preferiram futebol, cerveja e fazenda... 
Fui com minhas amadas Flávias, minhas companheiras de Bom Programa!


Recomendo ir cedo, o museu abre as 09:30. Escolha roupas confortáveis. Como lá é quente, short ou vestido leve. Nada de sapatos de salto, por favor!!! Inhotim é um convite a caminhar! Escolha um tênis charmoso ou sua sapatilha mais confortável!
Não esqueça o chapéu, óculos escuros e protetor solar! Ah, e a bolsa deve ser leve ou pequena! Deixe sua Chanel em casa, please.











Não que eu seja preguiçosa, mas Inhotim de carrinho é outra coisa!!! Eles podem ser alugados logo na recepção, junto com o ingresso. Não é caro e é um baita conforto. O carrinho faz todo o circuito e pára para você apreciar sua obra favorita!








Sempre que vou a Inhotim, tem algo novo. Nem que seja Os Fuscas em outro ponto do jardim.
Tem sempre um caminho que você não passou, um pavilhão que você esqueceu, uma obra que você não olhou direito.
Inhotim é vivo e deve ser apreciado de tempos em tempos.
Um dia só é pouco, mas como já fui outras tantas vezes, separei esse dia para ver meus pavilhões favoritos e passear pelos jardins.

Entrei novamente na Adriana Varejão (sou louca por ela) e fiquei horas no Miguel Rio Branco, outro de meus favoritos. As fotografias de Miguel são intensas e chocantes. Para a gente olhar, pensar e nunca mais se esquecer. 
Na hora do almoço, o museu oferece dois restaurantes, café e lanchonete.
Eu gosto do Tamboril, que tem uma comida maravilhosa! Escolha uma mesa lá fora e aprecie os jardins. Não conheço nada tão lindo. Peça a torta de banana de sobremesa e depois me conte se a vida não é perfeita!


































Não sou uma admiradora da arte contemporânea. Tenho 3 ou 4 artistas de que gosto e só. Tenho um pouco de dificuldade em interagir com uma arte que precisa ser ´´explicada´´. Não consigo olhar para uma instalação de Tunga, por exemplo, e dizer ´´ah, entendi´´. Preciso de uma explicação e alguns minutos para entendê-la e quem sabe, um dia, amá-la. Meus olhos e meu coração preferem a arte que basta um olhar, para entender.
 Mas isso não impede de maneira alguma que eu ache Inhotim o dos mais importantes museus do mundo, que deve e merece ser apreciado e vivido. Inhotim é um presente, para todos nós.











Pulseira Knot de Céline.

Summer fever!!!!














Kika convida todo mundo!!!!


Meus queridos!!!!
Nosso tradicional bazar será dias 15, 16 e 17 de dezembro na DuAcervo, em Lourdes.
São mais de 30 participantes com produtos de casa, roupas importadas, marcas nacionais e comidinhas deliciosas!!!!



Espeto todo mundo lá!!!!!!!!!!!!!





3 de dez de 2016

Loira gelada


Tippi Hedern tem a velha e clássica história de boa parte das atrizes de Hollywood. Foi do sucesso absoluto ao ostracismo. Só que no caso de Tippi ela foi salva pelo bom senso e pela inteligência. Tipi percebeu que Hollywood lhe tiraria tudo se ela não tirasse Hollywood de sua vida primeiro. E assim ela fez, refugiando-se em sua casa no Canadá, dedicando-se às causas humanitárias e cuidando da família.
Tippi é mãe de Melanie Griffith,  avó de Dakota Johnson (de Cinquanta Tons de Cinza)e ex sogra de Antônio Banderas e Don Johnson (de Miami Vice). Como se vê, Hollywood não ficou tão longe assim dela.

Linda, loira, com uma elegância natural e porte de rainha, Tippi, aos 20 anos, caiu  nas graças de Alfred Hithcock. ´´Aquela loira gelada por fora e quente por dentro´´ era tudo o que Hitch queria como ´´sua´´ estrela.
Ela fez com ele Marnie, a Ladra e depois Os Pássaros
Foi durante as filmagens de Os Pássaros que Tipi viu de perto e sem filtro, o verdadeiro Hithcock. O gênio se apaixonou pela atriz e quando ela o rejeitou, Hitch ficou irado. 
Torturou-a durante toda  a filmagem do longa. As cenas dos pássaros atacando a casa foram gravadas dias e dias e Tipi tinha que se defender de verdade. Ela saia toda ferida das tomadas. Os técnicos e assistentes ficaram com tanta pena de Tippi que imploraram para que Hitch parasse com aquilo. Depois das filmagens, Tippi ficou internada semanas com estresse.  
Depois que o filme foi lançado, Hitchcock ainda louco por ela, ameaçou-a dizendo que se ela continuasse a rejeitá-lo ele ´´iria acabar com a carreira´´ da bela. Tippi ainda assim não o quis como amante. E pagou o preço de rejeitar o mais poderoso diretor de cinema do mundo, na época.
Depois de Os Pássaros, Tippi, uma atriz talentosa, foi relegada á margem da fama. Em 1967, ela filmou a Condessa de Hong Kong, mesmo com Hitchcock fazendo pressão para que Tippi fosse substituída por outra atriz Entre Tippi e Hitchcock, Hollywood preferiu o grande diretor. Era o fim da carreira da loira gelada.
Essa história todo mundo sabe. É pública e notória.
O que muita gente não sabe, nem eu, está na biografia que a atriz lança em breve. 
Vai dar o que falar.




Tippi com a neta, Dakota Johnson e a filha Melanie Griffith


Vão ter que acertar contas. Ah, se vão!



Adriana Ancelmo e Sérgio Cabral realmente vão ter que acertar as contas com a sociedade e, tomara, com Deus!!!!! 

Vocês acreditam que o casal gastou só na joalheria Antônio Bernardo, no Rio, mais de R$ 5 milhões em jóias?????
Ouviram bem???? Mais de R$ 5 milhões. Foi o que disse o Estadão.

Ah, sim, se o dinheiro fosse deles, tudo bem, cada um faz o que quer com seu tutú. Só que não.
Não era deles. O dinheiro gasto por dona Adriana e seu maridão era meu, seu, nosso.
Era dos milhares de cariocas que pegam ônibus lotados, que morrem a espera de um cirurgia nos hospitais públicos, que são assassinados por falta de segurança, que estudam em escolas capengas, que transitam em ruas esburacadas, que convivem diariamente com o descaso de seus mandatários.

Dá ódio!!!!!!!!!!!



2 de dez de 2016

Uma boa e chique casa inlgesa



Plum Sykes é a poderosa editora de moda e estilo da Vogue.
Talvez a única pessoa a quem Anna Wintour dê ouvidos.
Plum é chiquérrima, bem nascida, inteligente e culta. Já escreveu três livros, Bergedorf Blondes, Princesas de Nova York, e The Debutante Divorcée. Todos são uma sátira divertida e glamourosa da vida nada fácil das socialites novaiorquinas. Adorei Bergedorf Blondes!
Plum nasceu em Londres e é casada com um inglês, Toby. O casal  tem 2 filha, Ursula e Tess. 
Pum divide sua vida entre seu apartamento chique em NY e esta adorável casa de campo na Inglaterra, que ela mesma restaurou e decorou.
Plum, claro, é musa do blog!
Sou louca por ela!


Plum e o marido no jardim. Plum usa botas vintage e vestido Oscar de la Renta.






O escritório de Toby.







Sala de jantar com lareira e cadeiras Happlewhite.








Toby e a caçula, Tess.





Detalhe da papeleira de Plum: jóias antigas e o perfume que ela usa a vida toda Joy.












Ursula em seu quarto.







A sala de estar com lareira sempre acesa.








Plum e Tess tomam o tradicional chá inglês