Commemorare

20 de jul de 2017

Get the Look


Gato em teto de Zinco Quente




Paul Newman, no clássico de Tenesse Willians, Gata em Teto de Zinco Quente.




































Piso



Escadas e tapetes de kilim!





Ney



Aos 75 anos, Ney Matogrosso será o grande homenageado do 28º Prêmio da Música Brasileira,
hoje, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.
Cantor, compositor, performista, bailarino, showman. Ney é um dos maiores e mais versáteis artistas do país. Este prêmio veio tarde e é mais do que merecido.
Sou fã de Ney. Ele está na minha lista dos melhores.



Adoro Ney, o artista e gosto mais ainda de Ney o contestador, o inconformado.

Que sua vida e sua arte sirvam  de exemplo e que Ney possa gritar no ouvido dos caretas e dos preconceituosos.








Sua história de vida se confunde com sua trajetória artística. Ney disse recentemente a Pedro Bial que a arte o salvou. Numa época onde os homens não podiam nem pentear os cabelos que eram chamados de gays, vivendo  sob a tirana  ditadura que  sufocava qualquer tipo de liberdade, Ney desafiou todos e tudo, com suas letras  fortes e sua performance no palco. 
Elegante até quando desafiava o mundo, Ney usou da firmeza de suas convicções e da grandeza de sua voz para marcar seu lugar ao sol.
Os Secos e Molhados romperam a barreira do preconceito e abriram caminho para inúmeros outros artistas.  











Ney, grande Ney. 

´´Vestido de pantera e com os olhos pintados, ele impunha muito mais respeito que  homens de coturnos e armados´´, disse Boni de Oliveira em seu livro.














Em Sangue Latino, no auge dos terríveis anos de chumbo, Ney cantava alto e em bom som:
que o que importava é ´´não estar vencido´´.



´´Jurei mentiras e sigo sozinho
Assumo os pecados
Os ventos do norte não movem moinho
E o que me resta é só um gemido...
minha vida, meus mortos, meus caminhos tortos
meu sangue latino, minha alma cativa
Rompi tratados, traí os mitos
quebrei a lança, lancei no espaço
Um grito, um desabafo

E o que importa é não estar vencido´´.





Clique no play do video abaixo e veja Ney e o seu inquieto e quente Sangue Latino, minha música preferida. 






Preso


Cabelo solto é lindo, mas o penteado que eu mais gosto é o coque!
Não gosto daqueles armados, duros  que parecem um bolo na cabeça, gosto dos naturais, despenteados, soltinhos, naturais. São eles também os mais fáceis de fazer. 

































O coque soltinho tem a vantagem de ser versátil.. 



Ele pode ter um ar descontraído ...




... ou chique. Basta acrescentar um brinco  poderoso e make up para a noite.




















19 de jul de 2017

Minha avó é uma peça

Minha avó Leda, de 102 anos, está passando uma temporada em sua casa de Nova Viçosa, sul da Bahia.
Ontem ela resolveu dar um rolé de barco pelos rios da região!
De boné, caftã colorido, seus indefectíveis óculos escuros, o sorriso e a alegria de viver.





Toujours chic



As irmãs Cristiana Neves da Rocha e Mercedes de Orleans e Bragança.




Neste frio ...


... deixe a calça no closet e vá de vestido!



















































































Boca


´´Passe um batom vermelho, segure e um drink e fique firme!´´
Elizabeth Taylor































80 anos



Foi com muita emoção, rodeado pela família e pelos amigos de uma vida inteira, que Ney Carvalho comemorou seus 80 anos.
Tio Ney é queridíssimo, divertido, sossegado e leal. Foi mais do que merecido a festa surpresa, com direito a comida deliciosa, bebida gelada e discurso emocionado dos sobrinhos, netos e filhos.

``Nada como chegar no pôr do sol da vida, olhar para trás e ver que tudo valeu a pena´´
Mia Couto